Guarda do Embaú é uma vila na cidade de Palhoça, no estado brasileiro de Santa Catarina. Ela está localizada perto de Florianópolis, a apenas 50 km ao sul da capital. Isto significa que você pode chegar a este pequeno paraíso em cerca de uma hora de carro! A propósito, este é um grande conselho para os sucessos e retornos de Florianópolis. Trata-se de uma pequena comunidade de pescadores e agricultores, descoberta por surfistas no início dos anos 70 e desde então considerada uma das dez melhores ondas para a prática de esportes no Brasil.

De acordo com os habitantes locais, o nome vem do fato de que há séculos um navio pirata navegou na região. Como os piratas tinham tesouros, foram forçados a enterrá-los num baú nesta costa. Ao longo do tempo, a história desenvolveu que na região havia tesouros enterrados no tronco, o que acabou por dar origem ao nome atual da aldeia.

Embaú, no entanto, é de origem tupi guariana, uma língua dos índios carijó que viviam no litoral de Santa Catarina. Segundo o dicionário Tupi Guarani, existem 3 possibilidades para o significado de embaú: 1) emba-u = a bica; 2) mbá-u = a última aguada; 3) mbaú = a comida, a bebida. Foi oficialmente aprovado em 27 de outubro de 2016 pelo Conselho de Visão da World Surfing Reserve (WSR) e pela Coalizão Save the Waves com sede na Califórnia (EUA) como a nona Reserva Mundial de Surf (WSR), a primeira no Brasil.

Foto: Reprodução

A iniciativa para a licitação foi da Associação Guarda do Surf e Preservação do Embaú (ASPG), que desde 2013 busca incluir a praia na renomada rede de reservas mundiais de surf. O programa Save the Waves Coalitioan existe desde 2009 e tem como parceiros a International Surfing Association (ISA), a National Surfing Reserves Australia (NSR) e o Center for Responsible Travel (CREST) em Stanford (EUA).

Está localizada em uma área tranquila onde o Rio da Madre corre, considerada uma classe “especial” pela Resolução 357/2005 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), e na confluência de três unidades de proteção ambiental: o Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, a Área de Proteção Ambiental Costeira (APA) e a APA da Baleia Franca Austral, áreas designadas pela UNESCO como Reserva da Biosfera da Mata Atlântica.

O lugar foi descoberto há algumas décadas pelos surfistas e desde então ganhou fama internacional pela sua beleza exuberante. Então, se você está procurando um destino natural com um clima descontraído e recreativo, este é o lugar para você! Se você sair de Rio, SP ou qualquer outro Estado, é aconselhável pegar um voo para o aeroporto internacional de Florianópolis (FLN) e continuar sua viagem de carro até a Guarda do Embaú. Isso tornará mais fácil para você viajar para outras praias e atrações da região.

Foto: Reprodução

Se você preferir fugir do grande agito, o ideal é viajar para lá entre os meses de março e Abril. Estes meses têm dias agradáveis e um clima mais rigoroso. E se vais surfar, evita os meses entre Abril e Julho. É proibida a prática de esportes aquáticos nesta época, porque então há a pesca de tainha.

O charme da Guarda do Embaú vai além da bela praia com ondas perfeitas. A aldeia é constituída por dezenas de estradas de areia com pousadas encantadoras, restaurantes e bares rústicos que emocionam a noite da pequena aldeia. Trilhas ecológicas, praias isoladas, mirantes, piscinas naturais, rios e o místico Vale da Utopia são outras atrações que os turistas podem conhecer na região.

A bela praia da Guarda do Embaú é considerada um dos melhores pontos para prática de surf no Brasil e um dos 10 mais bonitos do país. O acesso à enorme restinga atravessada pela Mãe pode ser feito por barcos guiados pela população local, nadando (o caminho preferido dos surfistas) ou caminhando quando o rio está baixo. A beleza da região permanece intacta graças ao Parque da Serra do Tabuleiro, a maior reserva natural do estado, que inclui parte da vila e abriga rios, cachoeiras e vários animais selvagens.

Foto: Reprodução

Dicas de Viagem Para Guarda do Embaú

Não espere redes hoteleiras ou resorts de luxo na Guarda do Embaú. Por ser uma reserva natural brasileira, o Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, essas grandes instalações não existem na região.

No entanto, há muitas pousadas, albergues e casas de férias para alugar para visitar o destino. Você também terá a oportunidade de saber, durante uma viagem de ida e volta, como ir e voltar no mesmo dia e deixar Florianópolis – ou outra cidade próxima onde você mora.

Se você está procurando conforto e boa localização, a Villa Embaú Chalés é uma boa opção. Os quartos são muito confortáveis, equipados com cozinha, geladeira e fogão, e varandas com rede para relaxamento. O café da manhã também é maravilhoso, caseiro e com várias opções de sucos de frutas, bolos e um delicioso café.

Foto: Reprodução

Outra ótima opção é a Pousada Madre Guarda, com quartos espaçosos e muito funcionais. Eles também têm uma cozinha e redes na varanda com vista para o rio, o lugar ideal para desfrutar do pôr-do-sol em pleno relaxamento.

Se você está planejando uma viagem barata, você pode acampar tanto na Guarda do Embaú quanto na Praia do Maço, como eu disse antes.

Na Guarda do Embaú uma boa dica é o Camping Beira Rio. A estrutura é incrível, com tomadas individuais para cada tenda/carro, banheiros com água quente, cozinha, etc. A diária varia entre 45 e 60 reais por pessoa, dependendo da época do ano. Na Praia do Maço o parque de campismo está muito bem estabelecido. Não há estrutura, nem eletricidade, nem qualquer outra coisa.

Como você já viu, a Guarda do Embaú é a nona reserva de surf do mundo e a primeira do Brasil! Em outras palavras, se você quiser belas ondas, você vai encontrar várias!

Foto: Reprodução

O surf é uma das atividades mais populares para quem vai à Guarda do Embaú. Mas também há bodyboarders, esquiadores, windsurfistas, caiaques e remadores. Mas apesar da procura crescente, o destino mantém o seu lado semi-hippie e o charme de uma pequena aldeia de pesca.

Começa nas estradas de terra do centro, que é muito pequeno, mas tem um potencial turístico – menos caixas eletrônicos para levantar dinheiro, então se você tiver que ir ou ir para a Praia da Pinheira, tome um pouco mais de 3 km para levantar dinheiro! Caso contrário, há lojas e alguns restaurantes e bares. Há apenas algumas ruas principais na cidade, por isso é fácil não se perder e as acomodações são todas próximas. E para aqueles que gostam de ir ao redor do mar, você pode alugar um barco ou alugar uma viagem com guias locais. Desfrutar da costa catarinense de outros ângulos é sensacional, imprescindível para quem ama as belas paisagens.

Por falar em natureza, algumas das trilhas de caminhada da região realmente compensam o esforço. A paisagem do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro é exuberante, e você pode alcançar pontos de vista incríveis na área circundante. Como na Pedra do Urubu. A subida leva apenas meia hora e a vista final é encantadora, com uma bela vista das praias da Enseada da Pinheira e da vizinha Garopaba. O acesso à trilha também é feito pelo cantão à esquerda, ao norte da Guarda. Todo o Parque Estadual da Serra do Tabuleiro é realmente cheio de charme. A estrada principal leva por 1 km através de bancos de areia, rios e você pode ver muitos animais. Mas só abre na alta temporada, até março, para visitas.

Foto: Reprodução

O que conhecer na Guarda do Embaú?

Pedra do Urubu

Com acesso pelo lado esquerdo do caminho até à entrada do rio, o caminho que conduz ao miradouro natural demora cerca de 30 minutos para ser percorrido. De cima você pode ver a Praia da Guarda do Embaú, Praia da Pinheira, Ilha dos Corais, Praia da Gamboa, Siriú, Garopaba, Rio da Madre e Paulo Lopes.

Foto: Reprodução

Prainha

A Prainha está localizada no extremo norte da praia da Guarda e pode ser acessada através de trilha de 15 minutos, cercada por morros com mata atlântica nativa, dunas de areia branca e belos costões. A Prainha não tem quiosque ou estrutura de vendedor de rua.

Foto: Reprodução

Vale da Utopia

O Vale da Utopia localiza-se entre a Praia do Maço e a Prainha, tendo recebido este nome de uma artista plástica que viveu em uma caverna da região há algumas décadas. O lugar é bastante famoso por abrigar pessoas que buscam uma vida alternativa.

Foto: Reprodução

Praia do Maço

A Praia do Maço apresenta uma extensão de areia com apenas 50 metros de extensão a Praia do Maço, fazendo dela a menor de todas as praias da região. Esta praia é cercada pelo belo Vale da Utopia, tem vista para diversas das ilhas da região, incluindo o sul de Florianópolis.

Foto: Reprodução

Cachoeira do Zanella

Com oito metros de altura, a Cachoeira do Zanella apresenta aos turistas uma piscina natural cristalina que convida para um mergulho. O acesso se dá pela BR 101 e em trilha de 40 minutos através de rios e uma vasta mata.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta