Entre sua mistura vertiginosa de vida urbana agitada e maravilhas naturais, não faltam atrações icônicas e fascinantes no Rio de Janeiro, de estátuas monumentais a longas extensões de praias mundialmente famosas. Para tal reunimos 20 das atrações imperdíveis nesta vibrante cidade sul-americana. Vale lembrar que o Rio de Janeiro trata-se de uma cidade de mais de 450 anos, que com seus mais de 10 milhões de habitantes, trás consigo um arcabouço histórico e cultural que forjou parte da história brasileira. Sendo a primeira capital do Brasil Republicano de 1889, esta cidade tem um estilo arquitetônico que remonta pelo menos 200 anos, e é palco de inúmeras festas que também são patrimônio cultural do Brasil e do mundo. Um bom exemplo de cultural brasileira que tem como berço o Rio de Jairo é o samba e o carnaval que anualmente acontece na Capital Mundial do Samba.

Quais São os Principais Pontos Turísticos do Rio de Janeiro?

Cristo Redentor

Como uma das atrações turísticas mais emblemáticas do Rio, nenhuma viagem aqui é realmente completa sem uma visita a este marco monumental. O Cristo é a maior estátua Art Deco do mundo, que é notável por si só. No entanto, o que é realmente impressionante é o fato de estar no topo da montanha do Corcovado, com 710 metros de altura. A estátua pode ser alcançada por trilhas, trem ou van.

Pão de Açúcar

O Pão de Açúcar é outra atração turística imperdível em pé de igualdade com o Cristo Redentor. O pico é cercado pelo oceano e é acessível por teleférico ou escalada ao topo para os realmente corajosos! As vistas do cume oferecem um panorama deslumbrante da Zona Sul do Rio de Janeiro.

Praia de Copacabana

A praia preferida pelos jet-setters internacionais nos anos 60, a Praia de Copacabana continua sendo a favorita dos viajantes de hoje por sua longa extensão de areia macia e águas frias. A praia é movimentada com atividades durante o dia, enquanto entusiastas de esportes, frequentadores da praia, bandas ao vivo e vendedores de praia disputam espaço nos horários de pico.

Vidigal

O Rio de Janeiro é um dos únicos lugares no Brasil onde os turistas podem visitar com segurança uma favela, e o mais seguro de todos é o Morro do Vidigal. Depois de um programa de pacificação bem-sucedido na região há alguns anos, o Vidigal tem uma vida noturna incrível durante os fins de semana, com bares como o Bar da Laje, oferecendo excelentes vistas, comida apetitosa e deliciosos coquetéis, e o Alto Vidigal, com suas festas noturnas e emocionantes atrações nacionais e line-ups internacionais de DJ.

Morro Dois Irmãos

Com sua base no pico da favela do Vidigal, o pico dos Dois Irmãos é uma das caminhadas mais interessantes e bonitas do Rio de Janeiro. Após uma caminhada de 40 minutos relativamente ao cume, os caminhantes serão recompensados ​​com vistas gloriosas que se estendem por Ipanema, Lagoa e atravessam a zona leste do Rio, menos conhecida.

Museu do Amanhã

O Museu do Amanhã foi construído para coincidir com a massa de turistas reunidos no Rio para as Olimpíadas de 2016. Agora é o museu mais popular do Rio, tanto por sua arquitetura extraordinária quanto por suas fascinantes exibições interativas que se concentram na sustentabilidade e nas possibilidades futuras de nosso planeta.

Pedra do Sal

Pedra do Sal é o berço do samba, e bandas ao vivo vão toda segunda-feira à noite para continuar com a tradição secular de se apresentar para as multidões que se reúnem lá. Historicamente, a Pedra do Sal era o local onde os escravos fugidos ou libertados buscavam refúgio. Hoje em dia, uma multidão de todas as idades e gostos vai até lá para beber caipirinhas refrescantes nas noites amenas ao som de samba cativante.

Estádio do Maracanã

O Estádio do Maracanã é o maior estádio de futebol do Brasil e o segundo maior da América do Sul – o título do maior estádio vai para o Estádio Monumental, no Peru. Atualmente, as turnês do estádio não estão operacionais, sem data definida para retomar. No entanto, uma maneira melhor de experimentar o tamanho desse estádio é comprar ingressos para assistir a um jogo. Jogos locais entre os quatro times rivais do Rio – Flamengo, Fluminese, Botafogo e Vasco – são os mais emocionantes de se assistir.

Floresta da Tijuca

A Floresta da Tijuca é uma atração natural extraordinária no Rio. Como a maior floresta urbana do mundo, é o lar de surpreendentes espécies de plantas e animais, algumas que não existem em nenhum outro lugar do mundo e dependem apenas do ambiente da Tijuca para sobreviver. Também há aqui algumas atrações artificiais que merecem uma visita, como a Vista Chinesa, um mirante de estilo chinês com vistas panorâmicas sobre Lagoa e Ipanema.

Lagoa

Este lago natural na zona sul da cidade cria um local maravilhoso para correr, andar de bicicleta, fazer um piquenique ou simplesmente passear. Lagoa possui amplos bares e restaurantes tranquilos para desfrutar de uma cerveja durante o dia ou de um jantar ao ar livre com vista para o lago.

Arpoador

Escondida na esquina de Ipanema, a praia do Arpoador tem algumas das águas mais claras e quentes das praias do Rio. Durante o dia, é um ponto de acesso entre os surfistas que vão para lá para pegar as ondas pequenas e agradáveis, ou os frequentadores de praia que apreciam a armadilha solar da península. O momento mais gratificante para ir é à noite, quando você pode assistir o pôr do sol no horizonte, proporcionando um dos pores do sol mais vibrantes e impressionantes do Rio.

Parque Lage

Uma antiga mansão cercada pela floresta da Tijuca, o Parque Lage agora é uma escola de arte e café que serve maravilhosas opções de café da manhã e almoço, com cervejas e vinhos no menu também. O ambiente sereno é o lar de macacos e pássaros residentes, selvagens, mas sem medo de pessoas, permitindo oportunidades fantásticas de fotos. Os visitantes do Parque Lage podem ser lembrados do videoclipe de Snoop Dogg e Pharrell Williams “Beautiful”, que apresenta o Parque Lage na cena final.

Jardim Botânico

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro fornece uma amostra notável das espécies exóticas de plantas e árvores do Brasil. Além dos jardins, há um museu dedicado ao músico brasileiro Tom Jobin, um café e restaurante em estilo francês e um museu natural com amostras de insetos e displays informativos.

Escadaria Selarón

Os degraus únicos e vibrantes da Escadaria Selarón ficam na entrada da Lapa e alcançam a encosta de Santa Teresa. Jorge Selarón, nascido no Chile, criou os degraus à mão, juntando cuidadosamente pedaços de azulejos interessantes e coloridos para criar um mosaico de 125 metros de comprimento no que se tornou uma das escadarias mais famosas do mundo.

Praia de Joatinga

A praia de Joatinga fica perto de Recreio, no leste da cidade. Raramente visitado por turistas, é um refúgio tranquilo de areias brancas e macias e um mar incrivelmente claro. É um ótimo lugar para passar o dia na praia ou enfrentar algumas ondas desafiadoras em águas vazias para os surfistas.

Arco do Teles

Um beco tranquilo de paralelepípedos durante o dia, o Arco do Teles ganha vida à noite com bandas de música brasileira ao vivo nas ruas e fileiras de bares e restaurantes que atendem às massas que se reúnem aqui. As melhores noites para ir são quintas e sextas-feiras, quando o happy hour se mostra irresistível para as pessoas que trabalham nas proximidades que param para relaxar e se juntar a uma multidão divertida.

Teatro Municipal

O Teatro Municipal faz fronteira com a praça da Cinelândia, no centro da cidade. Um exemplo clássico de arquitetura deslumbrante inspirada nos estilos parisienses, o teatro apresenta peças teatrais, orquestras e óperas ao vivo e shows de dança, especialmente balé.

Museu de Arte Moderna

Com uma extensa coleção de obras nacionais e internacionais, o Museu de Arte Moderna (ou MAM, como é conhecido) é imperdível para os amantes da arte. Os jardins circundantes são obras de Roberto Burle, um famoso paisagista brasileiro. Às vezes, o museu se torna o local de eventos culturais e musicais nos fins de semana, com apresentações de música ao vivo e festas a noite toda.

Cachoeira do Horto

Cachoeira do Horto é uma cachoeira no meio da Floresta da Tijuca e proporciona um alívio leve dos dias quentes incansáveis ​​do Rio de Janeiro. Faça uma curta caminhada de 15 minutos até a queda que é pequena o suficiente para ficar embaixo e deitar na piscina fria que se forma abaixo.

Gávea Hotel

O que antes era o projeto inspirador de um novo hotel no meio da floresta tropical, rapidamente se tornou uma concha abandonada depois que a empresa de construção faliu. Atualmente, o Gávea Hotel (ou localmente conhecido como Hotel Esqueleto) permanece no meio da Floresta da Tijuca, atraindo moradores e viajantes curiosos para descobrir mais sobre esse hotel deserto. Pode ser alcançado a partir da Estrada Vista Chinesa, e os visitantes podem subir as escadas até o topo para admirar as deslumbrantes vistas ao redor.

Deixe uma resposta