Ada Lovelace

É muito positivo ouvir histórias de grandes mulheres que desafiaram as convenções e conseguiram transformar a sua realidade. Afinal, isso também contribui para a criação de mulheres mais inspiradas em qualquer época em que estas histórias forem ouvidas. Hoje, vamos trazer o holofote para estas guerreiras que nos inspiram até hoje.

Princesa Qutulun
Qutulun foi uma princesa do Reino Mongol que existiu entre os séculos 13 e 14. Hoje em dia, ela é notória por ter estabelecido a seguinte condição para um casamento: ela somente se casaria com um homem que a vencesse em uma luta. Dos que perdessem, ela exigia a soma de cem cavalos como pagamento. Nem é preciso mencionar que ela obteve uma coleção bem grande de cavalos. É muito positivo ver exemplos de mulheres que fugiam das convenções tantos anos atrás.

Ada Lovelace (foto)
Infelizmente, o mundo da tecnologia ainda é muito dominado pelos homens. Aos poucos, as mulheres vão conquistando mais espaço nesta indústria e muitos vão se surpreender ao descobrir que a primeira pessoa a programar foi uma mulher. Ada Lovelace era matemática e foi responsável pela criação de uma máquina muito semelhante ao que hoje entendemos como computador. Ela era chamada de a Feiticeira dos Números.

Madame C. J. Walker
No século 19, Madame C. J. Walker foi importantíssima não só para a comunidade feminina como também para a das mulheres negras. Ela foi a primeira mulher a se tornar milionária e o fez ao fazer fortuna criando uma linha de produtos para cabelo especialmente desenvolvida para mulheres negras.

Murasaki Shikibu
Durante a época do Japão Imperial, esta jovem simplesmente foi a responsável por escrever o primeiro romance da história. Intitulado O Conto de Genji, o livro foi resultado da insistência dela em aprender a escrever. Na época, o único papel de mulheres da classe dela era aguardar o casamento, mas Murasaki Shikibu conseguiu transformar sua realidade. Para aprender chinês, por exemplo, ela escutava as aulas do irmão com o ouvido colado na porta.

Depois de tantas histórias incríveis, é muito positivo constatar que ainda existem várias outras mulheres com contos tão inspiradores quanto. Aguarde a segunda parte desta nossa coletânea e continue buscando inspiração conosco aqui no Diário de Bordo!

5/5 - (1 vote)

Deixe uma resposta