Mergulhador
Mergulhador

Mergulhar é uma delícia! A aventura na água proporciona uma oportunidade incrível de estar em contato com a natureza – nadar perto dos peixes e arraias, ver corais de perto… Além de bonito é muito divertido.

Porém, para poder aproveitar bem um mergulho, há certos cuidados que são indispensáveis. Se não há atenção a eles, pode haver consequências gravíssimas e até mesmo fatais! A doença mais comum entre mergulhadores é a descompressão, que ocorre quando há o mergulho é feito com ar comprimido.

O quadro pode aparecer quando o mergulho é muito profundo e/ou por muito tempo. Funciona assim: quando um mergulhador se desloca de um ambiente de alta pressão para um de baixa pressão, os gases dissolvidos na corrente sanguínea podem originar bolhas que podem obstruir os vasos sanguíneos. Isso acontece principalmente com o nitrogênio, que não é normalmente utilizado pelo organismo, como é o caso do oxigênio.

A única forma de eliminar o nitrogênio é esperando que ele chegue até os pulmões, e o caminho é pela corrente sanguínea. Porém, isso leva tempo. Existem tabelas de mergulho para ajudar a prevenir a doença da descompressão e manter os mergulhadores seguros enquanto mergulham. As tabelas dizem qual é a profundidade e qual o tempo ideal para o mergulho. Mesmo assim, todo cuidado é pouco.

Artigo retirado do antigo site. Autoria dos Schurmann.

5/5 - (1 vote)

Deixe uma resposta