Anêmona e o Peixe-Palhaço

Facilmente reconhecido por sua cor alaranjada e listras brancas, o peixe-palhaço vive nos recifes de coral do Pacífico.

O peixe-palhaço tem uma forte ligação com anêmonas, pois um beneficia o outro:

As anêmonas fornecem abrigo, proteção e também delimitam o território do peixe-palhaço, afastam predadores e são o local de desova.

Já o peixe-palhaço ajuda a anêmona a capturar suas presas, já que sua cor linda e vibrante e seus movimentos chamas a atenção das presas. Além disso, as anêmonas também acabam se alimentando dos fragmentos de alimentos deixados pelo peixe-palhaço.

E já que estamos falando de alimentação, o peixe-palhaço geralmente é onívoro, mas existem espécies herbívoras também.

Para habitar uma anêmona, é necessário que o peixe-palhaço “conquiste” seu novo lar. Com uma dança bem complexa, o peixe nada gentilmente próximo a ela, tocando seus tentáculos com diversas partes de seu corpo, para que a anêmona se acostume com ele. O mais interessante é que há uma camada de muco na pele do peixe-palhaço que o torna imune às toxinas liberadas pela anêmona. Ou seja: eles realmente foram feitos para conviverem juntos!

Este artigo foi retirado do antigo site. Sua autoria é dos Schurmann.

Deixe uma resposta