Âncora
vintage anchor on the beach

Você já parou para pensar nas origens da âncora? Esta parte tão importante de qualquer embarcação passou por radicais transformações desde o seu surgimento até chegar ao que é hoje.

Estima-se que as primeiras âncoras, na Era do Bronze, tenham sido apenas pedras. Escavações arqueológicas já encontraram diversos vestígios de que este era o material preferido para construir mecanismos que impedissem que canoas e outras embarcações permanecessem em um ponto, sem ceder ao movimento da água.

Os antigos Maori usavam pedras ocas, amarradas a cordas, como âncoras. O funcionamento delas e de âncoras modernas mudou bem pouco, contando apenas com alterações no material e no formato. Já os gregos antigos usavam cestos cheios de pedras ou sacos de areia para exercer a função de âncora.

Hoje, uma das principais funções da âncora é promover estabilidade à embarcação, evitando que, por exemplo, entre em impacto com outros barcos no porto e resista à ação de tempestades. Modelos de âncoras mais modernos buscam otimizar o tempo gasto na operação, ao mesmo tempo em que traz melhor resistência sobre tempestades e outros fatores adversos.

Este artigo foi retirado do antigo site. Sua autoria é dos Schurmann.

Deixe uma resposta